terça-feira, 15 de outubro de 2013

A garota que eu quero

Você vai me perguntar o que estou pensando, o que estou sentindo e o que eu achei, mas acho que você só vai descobrir se ler o livro. Acho que buscamos o caminho certo, buscamos tanto a perfeição que esquecemos que para nós simples seres humanos ela não passa de força de vontade, de fazer as coisas com o coração de dar o nosso melhor.
Cameron é o caçula de três irmão o mais quieto da família, mas não como um papel em na sua frente. A única coisa que tem são suas palavras, mas poucos a conhecem, ou seja, poucos o conhecem de verdade. Não por muito tempo, não até Octavia Ash entrar em sua vida, mas primeiro ela deve namorar o seu irmão Rube, que a cada semana está com uma garota diferente.
"Ele poderia ter feito o que quisesse. Poderia ter dito qualquer coisa. Poderia ter cuspido neles ou lhes atirado a lata de volta. Mas essas eram as coisas que eles podiam fazer com igual felicidade."
Cam tem o coração puro, gosta de observar as pessoas e busca o amor, busca se encontrar, como qualquer adolescente. Eu não estou apaixonada pelo Cam, como a maioria dos autores me fazem ser apaixonada pelos personagens principais, mas com certeza Markus me fez refletir sobre os sentimentos.
Eu amo escrever, amo passar para um texto tudo que eu senti ao ler um livro ou ao brigar com alguém que amo ou a achar o amor.Porém ao final da minha leitura, ao final dos meus passos com Cam, eu pude notar que eu tenho fome. Fome de desejo.
"Passamos por cada um deles, observando e descobrindo que algumas pessoas são derrubadas para sempre, enquanto outras se levantam e continuam a lutar..."
Na vida temos momento de fraqueza, de força, momento de salvação, de tudo. Nós caímos mas aprendemos a levantar e Cameron Wolfe se levantou da solidão e se apaixonou, procurou fazer de seu amor a perfeição. Acho que existem no mundo homens feito o Cam que só precisam achar o amor, só precisam da garota que eles querem.
"Um sentimento me atravessou e me libertou. Todos os meus pensamentos se desprenderam da corrente, até surgir uma frase solitária que não quis me largar. As palavras e Octavia.
Sinopse: "O Rube nunca amou nenhuma delas. Nunca se importou com elas. Nem é preciso dizer que Rube e eu não somos muito parecidos em matéria de mulher."Cameron Wolfe é o caçula de três irmãos, e o mais quieto da família. Não é nada parecido com Steve, o irmão mais velho e astro do futebol, nem com Rube, o do meio, cheio de charme e coragem e que a cada semana está com uma garota nova. Cameron daria tudo para se aproximar de uma garota daquelas, para amá-la e tratá-la bem, e gosta especialmente da mais recente namorada de Rube, Octavia, com suas ideias brilhantes e olhos verde-mar. Cameron e Rube sempre foram leais um com o outro, mas isso é colocado à prova quando Cam se apaixona por Octavia. Mas por que alguém como ela se interessaria por um perdedor como ele? Octavia, porém, sabe que Cameron é mais interessante do que pensa. Talvez ele tenha algo a dizer, e talvez suas palavras mudem tudo: as vitórias, os amores, as derrotas, a família Wolfe e até ele mesmo.
"É a minha fome. O meu orgulho. E sorrio. Sorrio e posso senti-la em meus olhos, porque a fome é poderosa"

0 comentários:

Novidades

Agradecendo ao passado

Em 2016, eu aprendi que nada dura pra sempre se a gente não se esforça para nutrir aquilo todos os dias. Regar a planta diariamente para qu...

Quem sou eu

Minha foto

Sou apenas uma sonhadora atrás de conforto para todos os iguais a mim que lutam para ouvir sim, mas só escutam um não. Aqui você encontrava tudo que sou, fui e serei um dia. Tenho 18 anos, curso publicidade e amo cantar. Espero que gostem do meu cantinho de desabafo. :D <3

No Momento

No Momento
Tentando voltar ao mundo literário

Faça Parte!